We Are Bulletproof Pt.2

Uma simples análise da música We Are Bulletproof Pt.2

Segunda track do álbum 2 Cool 4 Skool, We Are Bulletproof Pt2. A música trata sobre quem é o Bulletproof Boy Scouts (tradução literal para o inglês de 방탄소년단 - Bangtan Sonyeondan), fala sobre o trabalho duro dos meninos e como eles nunca vão desistir, levando na alma o significado do nome do grupo, BTS.

Vou colocar o que significa o nome BTS, pois é essencial ter em mente o significado do nome do grupo e o que eles defendem. Segundo o membro J-Hope, o nome significa o desejo do grupo "de bloquear estereótipos, críticas e expectativas que visam adolescentes como balas", e por isso que no começo da carreira a logo do grupo era um colete à prova de balas.

Com os anos a ideologia do nome BTS teve mais um significado. Em Julho de 2017, BTS anunciou que o nome também poderia ser “Beyond The Scene”, como parte da nova identidade do grupo, estendendo o significado do nome para “jovens em crescimento, BTS, que está indo além das realidades que eles estão enfrentando, e avançando.”


Por motivos de curiosidade: We Are Bulletproof Pt2... Pt2?!?... parte dois?? Então tem uma parte 1? Sim! essa música tem sim uma parte 1 e ela foi lançada pelo SoundCloud.

Antes de começar a análise da letra da música quero dizer que: em nenhum momento os meninos quiseram passar uma imagem de superiores, ou rebaixar alguém. Na época que saiu a música, se você conhece a história deles e da agência, eles estavam passando por dificuldades, eles sofreram bastantes, e a música reflete isso mas mostra também a perseverança deles.


Agora vamos de análise da letraaaa

“[Hook: RM]

(O que) Me dê

(O que) Fique nervoso

(O que) Aquele que acaba com tudo

(O que) Somos à prova de balas

Somos à prova de balas

À prova de balas”


RM já começa a música apresentando o grupo, “We Are Bulletproof” (“Somos à prova de balas”), e dizendo também que eles são “à prova de balas”, por definição, à prova de preconceitos, estereótipos e críticas impostas pela sociedades em que eles viviam.


“[Verso 1: Jungkook, Suga]

O nome é Jungkook, minha escala é nacional

Passei a noite em claro nas salas de treino

Em vez de escola, dançando e cantando

Enquanto vocês festejavam

Eu desisti de dormir pelos meus sonhos

Passei a noite toda segurando uma caneta

Fechando meus olhos somente depois que o sol da manhã nasce

Meu limite foi quebrado nos

Padrões duplos e muitas oposições

Mas tive sorte e fui contratado por uma agência

Todos vocês que são chamados de rappers porque não sabem cantar

O título de rapper é uma extravagância para você


No primeiro verso Jungkook e Suga cantam sobre as dificuldades e sacrifícios que eles fizeram para seguir os sonhos que eles colocaram como prioridades, muitas vezes tendo que fazer escolhas difíceis, mas que teve resultado.


Vezes que eles trocaram noites de sono por treinos, na esperança de poder ter o debut, enquanto os outros jovens estavam em festas ou desperdiçando noites de sono, noites de sono que os membros desejariam ter. Noites viradas terminando músicas, praticando coreografias, dormindo tarde ou até mesmo não dormindo.


Na frase “Padrões duplos e muitas oposições” Suga cita, como ele era um underground rapper antes de se tornar um idol, que teve que lidar com muitas críticas e dúvidas lançadas por outros underground rappers dizendo que ele não era um rapper de “verdade” e que tinha abandonado suas origens. (RM sofreu o mesmo)


“Pré-refrão: V]

Onde quer que eu vá, tudo o que faço

Eu vou te mostrar, por mais que afiei minha espada

Para todas as pessoas que que me desprezou

(Oh oh oh oh oh oh) Hey grite”



V canta que não importa o que eles façam, não importa onde quer que eles vão, eles sempre mostrarão o que eles conquistaram com trabalho duro, esforço e nunca desistindo dos seus sonhos, mostrando para aquelas pessoas que nunca confiaram neles, que eles conseguiram. !!!



“[Refrão: Jimin, J-Hope]

Oh! Jogue uma pedra em mim se você fez tanto quanto eu

Nós vamos com tudo, não temos medo

(Clique, clique, bang bang) apenas cantamos como”



O refrão tem a força de um grito de guerra, “Nós vamos com tudo, não temos medo”. No começo da carreira deles tudo era novidade, eles estavam lá para dar a cara à tapa, desafiar os antigos e os novos, desafiar quem se achava melhor que eles, desafiar quem os colocavam para baixo. Utilizando o ditado "Quem não tem pecado lance a primeira pedra" Jimin canta com toda certeza que ele (eles) trabalha duro e se esforça igual qualquer um, ou até mais, mostrando que os haters não têm o direito de criticar o trabalho duro e a música do BTS, a menos que eles tenham se dedicado a se apresentar na frente de outras pessoas, fazer e lançar músicas e perseguir seus sonhos.


“[Verso 2: J-Hope, RM]

Olhe para o meu perfil, não há nada ali ainda

Ainda um trainee e rapper

Sim, eu sei que isso não é nada

Eu me preocupei com isso, mas agora já passou

Você ainda é um amador

Eu sou importante, espero que você apodreça assim

Rap Monster, como meu nome

Eu posso devorar qualquer tipo de batida como um monstro

Eu sou fiel ao meu nome, pessoal, venha aqui, olha essa prévia

Eu tive um reviravolta sendo um ídolo

Haha, hyungs que só tinham orgulho do hip-hop

Me disseram que seria impossível, mas

Olhe atentamente, eu coloco um ponto final depois do impossível

Eu sou o possível, agora estamos entendidos, garoto?”


No começo do segundo verso J-Hope canta que antes do debut, no começo de carreira, ele era um ninguém, um trainee, um rapper, que era considerado um amador, e ele até que concordava com isso, mas agora ele não está nem ai, porque ele é o que importa (Isso ai, não liga para o que outros falam não Sunshine!). RM por outro lado diz que ele carrega o significado do nome dele (quando ele ainda utilizava o nome de palco Rap Monster), se considerando um ótimo rapper e não aceita o título de amador.


RM aponta o problema que teve entre a sua identidade de underground rapper e a nova identidade como um idol, os hyungs (expressão utilizada por um homem mais jovem quando se direciona a um homem mais velho – significa “irmão mais velho”) do hip-hop que o criticou por ter feito essa decisão, duvidando que era possível manter a identidade de rapper sendo um idol. Porém RM mostrou que é possível, que ele é capaz.


A música resume, de um modo bem breve, o que o BTS sofreu, o que eles tiveram que abrir mão para seguir o sonho que eles tinham, e ainda tendo que lidar com críticas, dúvidas, preconceitos e ódio vindo de vários lados, mas nunca desistindo e sempre dando a volta por cima.


;)


NOTA: Me desculpem por qualquer erro, ou caso a minha opinião não seja igual a sua, mas isso acontece. Deixe a sua opinião nos comentários! Mas por favor vamos ter uma discussão saudável.


FONTE:

https://en.wikipedia.org/wiki/BTS_(band)